Portadora de um marcapasso desde os 29 anos, a enfermeira pernambucana Cynthia Andrade viu a corrida de rua como meio para manter-se ativa. E foi através desta paixão que ela pôde encontrar o que precisava para superar não apenas o seu problema cardíaco, mas também a obesidade e a autoconfiança. E se a gente te disser que essa paixão foi mais além? No dia 25 de outubro ela irá realizar uma meia maratona.

Mas e o marcapasso, será que ajuda ou atrapalha? Ao lado de Lidianne Andrade, este foi apenas um dos vários assuntos que tocamos com ela no episódio #30 do Podcast Papo Corrida.

Ouça agora, ou quando puder, buscando por PAPO CORRIDA no Spotify, Deezer ou qualquer outro aplicativo agregador de podcast para IOS ou Android! Aproveita o embalo e segue a gente também no Instagram, no @papocorrida.

Artigo anteriorSandra Nunes: A campeã na retomada das corridas em Goiana/PE e Pipa/RN
Próximo artigoDesafio do Monte chega a sua quarta edição em janeiro
O espaço do corredor pernambucano. Pernambuco Running: Todas as corridas de Pernambuco em um só lugar. 😊🏃💨 #perunning

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui