Já imaginou caminhar, correr, nadar ou pedalar e ajudar alguém compartilhando seus dados de atividade? Essa foi a iniciativa de Saulo Marchi e Andre Kok, sócios e fundadores do Km Solidário, app que transforma os quilômetros percorridos durante suas atividades físicas em doações para ONGs. Foi a partir da vontade de combater o sedentarismo da população, ter um impacto positivo no terceiro setor e mudar a cultura de doação no Brasil que o aplicativo surgiu em fevereiro deste ano.

Totalmente gratuito e disponível para download tanto no iOS quanto Android, a ideia do aplicativo é proporcionar uma motivação extra para a prática da atividade física, aliada aos benefícios do esporte e à causa social, revertendo ao final do exercício, a distância percorrida em doações de quilômetros para uma das dez ONGs, escolhida previamente pelo usuário na hora em que estiver sincronizando sua atividade. Por meio de parcerias com empresas, esses quilômetros são convertidos em doações financeiras.

E como funciona isso? Quais as ONG’s beneficiadas? No episódio 85 do Resenha de Corrida conversamos com André Kok e, além de falar sobre importância de se inspirar e criar algo para ajudar o próximo de uma forma que não é lá tão convencional (doar fazendo atividade física), conversamos também sobre cultura de doação e como podemos fazer para amplificar as boas práticas sociais, conectando praticantes de atividades físicas com pessoas, projetos e empresas que buscam contribuir para a redução da desigualdade social e econômica existentes no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui