Se manter a saúde em dia não for o bastante, as atletas Patrícia Fonseca, transplantada de coração, Priscilla Pignolatti e Débora Reichert, ambas transplantadas renais, trazem várias outras razões para você calçar seus tênis e converter seus treinos em doações, com a segunda edição do Desafio KMpelaDoação, buscando usar a força do esporte para ajudar a fazer uma mensagem ecoar e desmistificar um assunto tão importante.

RELACIONADO: Priscilla Pignolatti, a triatleta que nasceu após um transplante renal
RELACIONADO: Km Solidário, o aplicativo que transforma sua atividade física em doação

O Desafio KM pela Doação acontece durante todo o mês de junho e, para participar, basta realizar pelo menos 1 km de atividade física através do aplicativo KM Solidário. Quem completar, além de converter seus quilômetros em doações financeiras para a Associação Brasileira de Transporte de Órgãos (ABTO), também irá participar de um sorteio de três kits esportivos oferecido pelas triatletas.

No Brasil, mais de 43 mil pessoas estão na fila por um transplante e o tema ainda é cercado de dúvidas e tabus. E nada melhor do que o esporte para ajudar a fazer uma mensagem ecoar e desmistificar um assunto tão importante.

A doação ocorre apenas com a autorização de um membro da família. Por isso, conversar sobre o tema e manifestar o desejo de ser doador é fundamental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui