Não há dúvida de que a situação atual tem um sério impacto em nossas rotinas de exercícios. As muitas reuniões do Zoom, episódios da Netflix ou na Amazon nos fazem ficar ainda mais sedentários. Entretanto, para aqueles que andam desmotivados, ainda há esperança: apenas 11 minutos de exercício por dia podem ter um efeito positivo e reduzir as consequências negativas do comportamento sedentário.

Cientistas noruegueses basearam uma meta-análise em grande escala em dados de rastreadores de atividades, mapeando o movimento e o tempo sedentário de quase 45.000 pessoas. Os resultados mostram que 35 minutos de exercícios diários têm o maior efeito positivo em termos de expectativa de vida, mas 11 minutos de exercícios já tiveram um impacto positivo – independente do tempo que você gasta sentado. Por exemplo, os pesquisadores mostraram que aqueles que ficavam sentados por 8 a 10 horas por dia, mas se moviam por 11 minutos (em intensidade moderada), tinham um risco de mortalidade menor do que aqueles que se moviam apenas 2 minutos por dia.

Diretrizes de movimento

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que os adultos pratiquem pelo menos 150 a 300 minutos de atividade física moderada ou pelo menos 75 a 150 minutos de atividade física vigorosa todas as semanas. Seguindo essas diretrizes de exercícios, você reduz o risco de morte prematura, doenças cardíacas, hipertensão, câncer e diabetes tipo 2. Embora 30 minutos de exercícios por dia sejam recomendados para uma boa saúde, 11 minutos parecem mais acessíveis e podem motivar algumas pessoas a se exercitarem, mesmo que por alguns minutos. E para aqueles com uma agenda lotada, pode ser reconfortante encontrar apenas 11 minutos de intervalo entre o trabalho. Não intransponível em nossa opinião!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui