O legal da corrida de rua é que, na maior parte das vezes, fomos convidados. Trazemos amigos para treinar, eles gostam e ficam. E assim espalhamos a corrente do bem de um dos esportes mais democráticos do mundo! Todo mundo pode correr!

E no dia a dia, você é um bom amigo corredor?

Reflito sobre isso porque convidar é fácil, mas ficar ao lado como um ‘best friend’ não é costume dos corredores. Muitos somem por um tempo, continuam postando seus treinos mas, em muitos momentos, cometem erros que podem abalar o outro. É a famosa falta de empatia.

Levante o ânimo do amiguinho!

Muitos iniciam no universo running e alguns desistem. Neste momento a amizade precisa ser mais forte para um incentivo. Uma palavra de inspiração, um desafio entre você e ele de correr dois dias na semana ou uma puxadinha de orelha para relembrar os objetivos. Estas são maneiras de incentivar quem, por algum motivo (as vezes besta!) abandonou a corrida.

Procure aquele amigo sumido do grupo do WhatsApp e pergunte se ele está bem. Ofereça ajuda, indique profissionais da área ou sites e canais os quais fornecem conhecimento e inspiram. Convide para um treino em casa, um evento ou percorram as ruas do seu bairro. Tudo é válido quando se trata de incentivar.

E aquela postagem de incentivo marcando o colega nas redes sociais? Este é um formato legal e silencioso de incentivar sem dizer muito. Apenas poste e mostre que, se ele quiser, ele consegue superar sua fase de ‘sofá e netflix’.

Não force a barra

Um dos maiores erros dos corredores é ir além na cobrança. Cobrar pace mais baixo, forçar um treino longo quando o outro não quer ou cobrar uma maratona são declarações comuns de quem acredita incentivar, mas não analisa os limites do outro.

Forçar um coleguinha a se tornar ultra quando ele não parece estar muito afim também é forçar a barra. Cada um sabe de suas condições e como conseguirá manter o ritmo de treinos. Cada nova meta exige uma preparação e nem sempre há tempo na agenda com trabalho e filhos, por exemplo.

Você pode ser um bom incentivador respeitando as diferenciações de cada amigo corredor. Se ele quer ficar nos 5 km, por exemplo, desafie-o a diminuir o tempo ou fazer percursos com altimetria. Ou, quem sabe, percorrer em um local circular para desafiar a sua concentração.

Há formas de incentivar dentro da realidade do outro. Se ele não pode treinar todos dias, por exemplo, comprometa-se a sair com ele dois dias na semana ou apenas um. O importante é não parar!

E nunca deixe de convidar os amigos e espalhar a corrida de rua por ai. Este esporte transforma vidas, fornece sensação de liberdade e liberta. Incentive sempre!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui