Chuva no meio do treino é legal. Alivia o calor, deixa o clima da corrida mais gostoso, mas às vezes São Pedro exagera. Tem dia que é tão intenso que gera o caos na cidade e o treino fica inviável até por questões de segurança. E ai? O que a gente faz?

Treina, ué!

Treinar com chuva ou sem é uma questão de preferência. Treino de força em casa é, na verdade, um treino. Choveu? Então se veste todo do mesmo jeito, abrigue-se na área mais espaçosa e de casa faz um treino diferente, cara! Uns polichinelos aquecem e alongam, uma sessão de corda é sua melhor amiga e, quem sabe, aquele treino só de alongamento que você adia tanto. 

Chover vai chover sempre. É fato! E se você mora em Recife e cidades afins, acostume-se com no mínimo dois meses de chuvas sem aviso prévio. E quando chove é chuva de lascar um, hein!

Correr na rua na chuva pode?

Se tiver tudo bem com sua imunidade, não tem problema. É legal curtir um clima diferente, mas cada um é cada um. Os asmáticos, por exemplo, podem agravar seu quadro e sofrer uma crise ao molhar o corpo todo e ter que lidar com o contraste do corpo quente e o clima frio externo, 

Quem acabou de sair de uma gripe ou doenças as quais afetam a imunidade também podem sofrer com o contraste do corpo aquecido com o clima frio. Nestes casos é bem melhor evitar. 

Mas se está tudo bem com você, por que não? Uma corridinha na chuva, desde que seja seguro, é uma ótima pedida. 

Apenas atente para a segurança. Com as poças de chuva e acúmulo de água nas ruas, é comum perder a visibilidade de bueiros, buracos e outros obstáculos passíveis de acidentes. Aí você fica em casa mesmo e aproveita para movimentar-se e sair da sua zona de conforto. Vale até uma alta de fitdance na TV de casa. O importante é não ficar parado!

Artigo anteriorOs cinco benefícios da corrida para a saúde
Próximo artigoUnder Armour fará evento com treinadores de Tom Brady e Stephen Curry

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui