As corridas voltaram de vez em Pernambuco, meus amigos! E foi com a Gladination Hard Race, a maior e melhor corrida de obstáculos do Norte e Nordeste que o estado pode mais uma vez colocar milhares de corredores participando de um evento de corrida.  Em Carpina, 1500 inscritos tiveram a oportunidade de sentir tudo isso na pele novamente, uma semana após a liberação do Governo de Pernambuco, autorizando eventos com públicos até 2500 pessoas.

Realizada às margens da BR-408, a Arena Gladination é montada no Clube Planalto, contando com um percurso próximo de cinco quilômetros e com um grau de dificuldade moderado para aqueles que são acostumados a correr fora dos ambientes urbanos. Ao todo, a pista da prova contou com 20 obstáculos e com uma altimetria considerável.

A verdade é que quem entra nessa procura desafios

A verdade é essa mesmo. Para muitos participar de uma corrida de rua ou desbravar uma trilha se torna pouca coisa. E ada vez mais o corredor procura novidades para se desafiar. E essa a sensação que se tem diante da Gladination. Inspirada nos exercícios militares, a corrida de obstáculos acaba cativando não apenas os corredores como também os praticantes de crossfit.

E diferentemente do trail run, o participante tem de rastejar por baixo de arame farpado e lama, cruzar barreiras de água, escalar paredes, entre outros obstáculos! Se você acha que é algo impossível de realizar, eu sugiro mudar de ideia. E se você anda animado para participar, é bom ficar atento a alguns detalhes para se divertir com segurança.

A primeira coisa é ter a ciência que a última preocupação nessa prova é correr. É óbvio, tem que ser ágil e tentar ser rápido, mas dificilmente se consegue encaixar o mesmo pace praticado em uma corrida. Esquecer o ritmo e se divertir é o que importa, se você não estiver no pelotão de elite.

Largada dada, cada um com seu objetivo!

Largada temporal se tornou algo comum após a pandemia, mas isso é algo normal nas provas corrida de obstáculos. Separados em pelotões, a Gladination teve seu inicio às 8 horas, com a turma da Elite e só encerrou às 11 horas, com os corredores que fizeram sua inscrição na For Fun.

E diferentemente do ano passado, onde alguns percursos foram recolhidos devido a pandemia, a sexta edição voltou a contar seus pequenos pântanos lamacentos, tornando a prova ainda mais divertida! Ao longo do percurso a prova contou com dois postos de hidratação e socorristas, se por ventura acontecesse algum acidente.

E depois que completa a prova, ficam as lembranças!

E que lembrança, viu? Se tem uma coisa que a Gladination sabe caprichar é na composição do kit, na qualidade da camisa e nas premiações. Isso sem contar na temática da prova, diferente em toda etapa realizada.

Nesta sexta edição, o tema da prova foi “300 – The Last Legion”, uma inspiração baseada no Rei Leônidas e os 300 guerreiros espartanos no desfiladeiro das Termópilas (480 a.C.). E se o kit já agrada quem participa, a premiação para cinco primeiros colocados na elite não fica atrás, viu? Um troféu digno dos vencedores… e pesado! Verdadeiramente caprichado!

Resultados, coberturas e fotos oficiais:

Para aqueles que participaram do pelotão de elite, o resultado da prova já pode ser conferido no site da Contime, responsável pela cronometragem da sexta edição da Gladination  Hard Race. Já a cobertura fotográfica do evento pode ser visto através dos sites Foco Radical e Fotop.

E claro, durante a semana em nosso canal no YouTube você confere com detalhes como foi a nossa participação na corrida. Já faz sua inscrição, clicando aqui.

Artigo anteriorPapo Running – Incentivar durante o percurso é bom ou ruim?
Próximo artigoCORRE anuncia corridas no Parque da Macaxeira e Parque Santana
O espaço do corredor pernambucano. Pernambuco Running: Todas as corridas de Pernambuco em um só lugar. 😊🏃💨 #perunning

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui